domingo, 10 de março de 2013

Paranapiacaba SP

Paranapiacaba é uma vila pertencente a Santo André SP com casas antigas de madeira, um lugar muito interessante e diferente. O acesso ao vilarejo pode ser feito através de um trem turístico que sai da estação da Luz e custa R$ 48 por pessoa (Preços). Ou, como fazemos sempre, ir até a estação Rio Grande da Serra e pegar um ônibus (paguei R$ 4,60 na ida e em outra linha R$ 2,95 na volta na época). O ônibus sai bem mais em conta do que o expresso turístico. Lembrando que o passeio de expresso turístico também é bem legal e passa por lugares lindos. Outra opção é ir de carro.
Já fui para Paranapiacaba cinco vezes e gosto muito de lá. Tem dias que a vila fica com tanta neblina que mal dá pra ver a pessoa que esta a sua frente.
O vilarejo faz Festival de Inverno e Verão. Por coincidência acabei indo em ambos, o Festival de Inverno conta com grandes shows e a vila fica lotada. No Festival de Verão havia algumas palestras e shows pequenos, porém a vila não estava muito cheia.
Das outras vezes que fui comi lanche, desta vez comi no self service. Foi no restaurante Castelinho, muito bom por sinal, recomendo. Era R$ 15 por pessoa.
O trenzinho que dá uma volta pelo vilarejo custa R$ 5.
Em 2011 era possível andar de Maria Fumaça, custava R$ 5, porém no dia que fui em 2013 não estava funcionando.
Para entrar no museu Castelinho custa R$ 2.

Texto do folheto de Paranapiacaba:
"A origem da Vila de Paranapiacaba data de 1860 e está associada à construção da São Paulo Railway, estrada de ferro que ligaria o interior do estado de São Paulo ao Porto de Santos. Para a realização das obras foi necessário a instalação de alojamentos provisórios destinados ao abrigo dos operários, os quais permaneceram no local - denominado Alto da Serra - ao longo do leito de implantação da ferrovia.
Posteriormente com o fim das obras, o acampamento foi utilizado pelos operadores e mantenedores da maquinaria e do tráfego ferroviário. O primeiro núcleo de povoamento local, denominado Vila Velha, foi estabelecido no caminho que mais tarde seria designado Rua Direira. A circulação nesse setor da Vila era feita com dificuldades, e a distribuição das moradias se dava de maneira desordenada.
Diferentemente da Vila Velha, resultante de ocupação urbana espontânea por conta do canteiro de obras da São Paulo Railway, a Vila Martin Smith foi o fruto de plano urbanístico extremamente inovador à época. Suas ruas largas, de traçados retos e regulares, continham casas padronizadas, com recuos em relação ao alinhamento da rua, incomuns no passado, o que possibilitava a existência de jardins. Tais características, seguem preservadas até hoje.
Em simetria harmoniosa na comparação com a Parte Baixa da Vila, tomando como eixo o leito ferroviário, construiu-se a ocupação do Morro, atualmente conhecido como Parte Alta da Vila. Em torno da capela foram edificadas as primeiras casas - inicialmente de pau-a-pique e logo em seguida de madeira - inspiradas nas tripologias habitacionais da Vila Martim Smith.

Informações: (11) 4439-1318 no horário comercial
                     (11) 4439-0237 aos sábados, domingos e feriados
ou e-mail para: turismo@santoandre.sp.gov.br"

Mapa - Paranapiacaba

Igreja Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba

Igreja Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba

Igreja Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba

Igreja Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba




















Antigo Mercado Municipal

Antigo Mercado Municipal

Antigo Mercado Municipal

Festival de Inverno





Museu Castelinho




Museu Castelinho


Clube União Lyra Serrano

Clube União Lyra Serrano



Sahida




Viradouro





Nenhum comentário:

Postar um comentário