domingo, 27 de outubro de 2013

Formação Irati e Corumbataí - Rio Claro SP

A região de Rio Claro é um paraíso para os paleontólogos. Lá pode ser encontrado a formação Irati e Corumbataí que são ótimos lugares para se encontrar fósseis. Essas formações fazem parte da Bacia Sedimentar do Paraná. O trabalho de paleontólogos não é fácil, embaixo de um sol muito forte ou chuva durante horas e horas para encontrar algum fóssil. Vou mostrar para vocês uma pedreira que fica em Rio Claro próxima a rodovia Washington Luiz em que visitei em um campo de uma matéria de paleontologia na faculdade. Estava tão quente que tivemos que usar blusa de frio para aguentar o sol, assim como é costume fazer em desertos. A pedreira não é aberta a visitação e normalmente é utilizada por alunos de cursos de geologia. Há um erro na maioria das minhas fotos, quando se vai tirar fotos de locais como a pedreira, é legal sempre colocar um objeto de tamanho conhecido para se ter uma ideia do real tamanho das coisas, o que eu não fiz.
Na formação Irati é bastante fácil encontrar mesossauros, répteis marinhos que viveram no final da Era Paleozóica ao início da Era Mesozóica. Eles apareceram no Período Carbonífero a cerca de 290 milhões. Dizem que na pedreira que eu visitei, ao virar qualquer pedra você encontrava fósseis, mas no dia em que eu fui não tivemos tanta sorte e foi extremamente difícil encontrar algum fóssil. Em compensação começamos a encontrar pirita, conhecida como ouro dos tolos, não tem valor algum, mas para nós que não estamos acostumados a ver, ficamos encantados. Na visita do ano anterior a essa pedreira, os alunos encontraram uma rocha contendo cinco mesossauros.
A formação Corumbataí (que fica sobre a formação Irati) data do final da Era Paleozóica, mais precisamente do Período Permiano. Lá são encontrados na maioria fósseis de conchas bivalves e dentes e escamas de peixes, além de grande quantidade de coprólitos (coco de peixe). Coprólitos são de grande valor paleontológico, pois dizem muito sobre a alimentação dos peixes. 

Mapa - Formação Irati e Corumbataí





























Nenhum comentário:

Postar um comentário